quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Sabe o que fulana falou?


.
- sabe o que fulana falou de você?
.
pronto aí está a armadinha
pois a curiosidade sempre grita mais alto
mas infelizmente ela não pensa nas consequências
que podem ser desastrosas
e dificultar sua vida durante um bom tempo
ou simplesmente pelo resto de sua vida!
.
essa pergunta na maioria das vezes vem carregada de intriga
com gostinho de fofoca
uma poção de maldade
pitadas de crueldade
e essência de prazer
.
nos acostumamos com isso
passamos a achar normal ouvir e falar dos outros
e muitas vezes pode parecer uma prova de amizade
afinal a pessoa quer o seu bem
e está ali pronta para contar tudo que ouviu
e mais ainda
dar a sua opinião e seu veredito a respeito do assunto
.
a pessoa que conta pode até se sentir aliviada
mas a pessoa que recebe aquele peso
pode simplesmente ficar perdida e sem saber como agir a partir dali
tem coisa que a gente desconfia
mas vai levando mesmo que seja aos trancos e barrancos
mas a partir do momento que aquilo que você suspeitava passa a ser real
a coisa muda de figura
e o desgaste emocional pode simplesmente te jogar num buraco negro
falando assim parece drama
mas vamos analisar com calma
se você pode se afastar da pessoa que lhe "praguejou" fica simples
pois ninguém tem obrigação de conviver com quem não gosta da gente
mas se a falsidade mora no trabalho
ou no grupo de amigos
ou pior
se reside dentro da família
aí a coisa se complica
pois não tem como fugir ou esquecer do que você agora sabe
.
e agora como agir?
ser cínica?
fingir que não ouviu nada?
dar o troco?
tratar mal?
falar verdades na cara?
e agora José?
.
saber que a pessoa falou isso ou aquilo de você
mas está ali
com a cara lavada
como se nada tivesse acontecido
cinicamente te tratando bem e até chamando de amigo
e agora José?
.
então para você que não tem o poder do sangue de barata
e não quer passar por essa saia justa
o melhor a fazer é vencer a curiosidade
e simplesmente não ficar sabendo o que fulano ou ciclano falou
porque essa informação pode tirar o seu sono
sua paz
seu equilíbrio
e o que a pessoa acha ou deixa de achar
o problema é dela
e não seu
já que você não tem o poder de controlar as pessoas
.
depois de anos entrando em batalhas desnecessárias
estou vendo que o melhor caminho é esse
e a próxima vez que alguém bem intencionado ou não
te fizer essa pergunta
o melhor é mudar de assunto
evitar a todo custo entrar nessa sintonia
e deixar a sabedoria assumir o controle
pois assim você estará se protegendo
e quando encontrar com a pessoa que não lhe quer bem
seu estômago não irá revirar em náuseas e nojo
simples assim ;)
.
infelizmente corremos o risco de fazer papel de bobo
de virar o idiota da história
ou um fantoche
principalmente quando não desconfiamos do que está acontecendo
mas se não tem jeito de mudar a cena
melhor deixar pra lá!
.
mas para garantir não custa nada rezar e pedir proteção ao universo
para que essas pessoas de energia negativa ou que não lhe querem bem
não se aproximem
não criem raízes
não interfiram na sua história
não encontrem reciprocidade
e sigam seus caminhos colhendo o que plantam pela vida
com a bênção do bondoso Deus
hoje e sempre
amém :)
.



segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Ingratidão...

















.
- É... Ela não pediu... Porque raios então eu fiz?
.
- Para ajudar!
.
- Ajudar pra quê, se ela não me pediu? 
Mesmo tendo certeza absoluta de que seria bom pra ela
ela simplesmente não me pediu!
.
- Você está querendo dizer que pra ajudar a pessoa tem que pedir?
.
- Sim, se você não quiser ouvir essa frase 
ou pior
ler isso em seu olhar debochado, cruel e "tô nem aí pra você"...
.
- Nossa... Que triste...
.
- Sim...  Triste... mas estou aprendendo que gratidão a gente aprende e existem pessoas que não tiveram essa aula durante a vida. Geralmente esse aprendizado tem início na infância e é dado pelos pais, avós, vizinhos do bem ou professores que vão além...
.
- Mas se ela não teve a aula como pode aprender?
.
- Uai, olhando para o outro ou observando as pessoas em sua volta!
.
- Mas se ela não tem noção de que isso é bom e faz bem para gente?
.
- É... não sei responder, mas sei que não mereço e nem quero conviver com pessoas assim.
.
- Credo! Você está sendo muito radical!

- Pode ser... mas o que não vale nessa vida é ficar sofrendo e gastando tempo, energia positiva e dinheiro com quem não sabe dizer pelo menos um obrigado... ou pior ter que ouvir na lata essa frase aí do quadrinho que não gosto nem de repetir porque dói muito! Muito mesmo! Além de fazer você se sentir uma perfeita idiota!
.
- Mas você faz as coisas pensando em agradecimento?
.
- Não faço pensando em agradecimento, mas acho que no fundo a gente se alegra pelo menos com um aceno de cabeça, um abraço apertado, uma palavra delicada ou qualquer atitude que nos incentive a continuar trilhando esse caminho. Ah! sei lá...
.
- Acho que você está exigindo demais das pessoas...
.
- Você tem razão...
.
- Mas e agora, o que vai fazer?
.
- Uai! Vou prestar mais atenção e só ajudar a quem me pedir ajuda, pois não quero mais cair no chão por pessoas que simplesmente só olham para o próprio umbigo!
.
- Ai que triste...
.
- Pode ser, mas vou te dizer do fundo do meu coração:
cansei de ser a boazinha da história, esse papel é muito desgastante e pode causar doenças, tristezas, rancor, rugas e cabelos brancos!
.
- Mas você não é boba! Eu não acho e te admiro pacas!
.
- Então, aí está a solução do problema! Quero conviver com pessoas assim como você que valorizam, incentivam e entram na ciranda participando desse movimento tão bonito que é o da gratidão :)
.
- Sem olhar a quem!
.
- Não, não! Aí já não concordo, pois se você não quiser se machucar o melhor a fazer é ir com calma e prudência. O primeiro passo é afastar-se de quem não lhe quer bem e aos poucos se juntar com pessoas que sabem o significado de “um mais um é sempre mais que dois”.  E assim a ciranda só tende a crescer e se fortalecer e mesmo que surjam alguns imprevistos o movimento é mais forte quando encontramos apoio uns nos outros ;)
.
- Você então está deixando de lado os ingratos?
.
- Os ingratos também encontram sua turma e se dão muito bem! Adoram e se identificam com pessoas interesseiras, puxa saco e baba ovo! A sintonia do “o que vou ganhar e quem eu vou explorar” é rezada todos os dias, como um mantra de sobrevivência.
.
- Nossa...  Você hoje tá muito azeda, hein!
.
- Azeda? Eu? Tô não menina, só estou abrindo os olhos e repensando minhas prioridades e meus caminhos! E olha que coincidência enquanto revisava nossa conversa li um texto falando do quanto essas pessoas ingratas podem nos fazer mal como por exemplo acabar com nossa autoestima.
.
- Mas você está querendo ser Deus?
.
- Não... justamente por não ser, o melhor a fazer é me poupar e depois de levar ferro 1, 2, 3, 4 vezes a gente começa a questionar se o que estamos fazendo, mesmo acreditando que seja para o bem, se realmente vale a pena.
.
- Falando assim até parece que você vai virar a madrasta da Branca de Neve!
.
- Bem que eu queria viu, mas minha índole não é essa e se eu conseguir detectar e me afastar desse tipo de gente já vai estar de bom tamanho! Isso com certeza irá poupar minha saúde física e mental. Assim cada tribo segue seu caminho, planta suas sementes e colhe seus frutos! Então bora lá ser feliz e ajudar a quem nos incentiva a deixar a luzinha da bondade e da gratidão acessas para iluminar nossos caminhos!
.
Sempre em frente
pois o tempo não para
e com a benção do bom Deus
hoje e sempre
amém <3

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

coisas de irmãs



















.
geralmente escrevo e posto meus textos sem pedir opinião de ninguém
mas quando acho que ficou fraquinho ou pesado demais
aí sim recorro a uma pobre cobaia
que com paciência encara o papel "advogado do diabo"
.
então
dias desses aconteceu uma coisa muito chata
que me deixou triste e indignada
e nessas horas parece que os pensamentos brotam
e vão saindo pelos meus dedos
numa rapidez que quase destroem o pobre teclado
.
depois de pronto
li e reli
mas com a "maturidade" dos meus 50 anos
mandei para minha irmã por email sem nenhum comentário
apenas o texto e a pergunta
.
Xará, posso publicar?
.
e depois de alguns minutos recebi a seguinte resposta:
.
Sem nenhuma explicação racional da minha parte
NÃO!
POR FAVOR, NÃO!
(isto é muito bastidor da alma, porão)
.
quando li esse comentário
comecei a rir
mas ri com a alma
"diconforça"
e do fundo do meu coração
agradeci a Deus e fiquei feliz
por Ele ter colocado no meu caminho uma pessoa como minha irmã
que entrou na minha história quando papai se casou com a mãe dela
na nossa adolescência
e podem acreditar
foi amor a primeira vista <3
.
depois de me recompor
e decidir que naquele momento eu não seria uma "Cláudia Oliveira"
(aquela que sempre pergunta
mas só faz o que quer)
fiquei pensando nos filhos únicos
que não tem irmãs para pedir ajuda
.
pobre filha única
perdeu a mãe
perdeu o pai
e sozinha lutou, esbravejou
esperneou
caiu, esborrachou
foi dona da verdade
se machucou
ali solitária sobreviveu tentando curar as suas culpas e suas feridas
sem nenhuma irmã para acalmá-la
e contradizer suas tolas verdades...
.
a função de uma irmã é importantíssima na vida da gente
ela que divide com você o colo de seus pais
que conversa e ri junto até o sono chegar
que brinca e te ensina a ganhar e a perder
que te ensina a jogar
a ter paciência e contar até 10
a esperar a sua vez
que leva bronca junto
que te defende na escola
que te protege nas brigas
que te faz companhia
que te ensina a perdoar e a fazer as pazes sem nem perceber
e que é testemunha e cúmplice de muitas histórias durante toda a sua vida...
.
e o filho único?
.
pobre filho único
não tem ninguém para questioná-lo
vive ali no seu mundinho onde "tudo é meu, tudo é meu"
e assim vai crescendo
sozinho e muitas vezes sem noção
tendo absoluta certeza de que é rei
até encontrar a realidade e descobrir que não é bem assim
não mesmo...
.
ai ai
viver nesse mundão louco a gente aprende
mas pra mim
principalmente agora que sou mãe de dois
acredito que assimilar as lições da vida
em parceria com uma irmã
é bem mais divertido e saudável
simples assim ;)
.
"- enfim, ela é sua irmã?
- sim
- de sangue?
- não, mas se ela precisar do meu, eu dou!"
.
Xará, obrigada por tudo
você é um presente
te amo e admiro "prácarai"! <3
.
beijos
claudinha

.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Pedir desculpas
















.
depois de um grande vacilo
com pessoas que eu admiro pacas
fiquei aqui pensando...
.
pedir desculpas é nobre
faz bem para a saúde
e não repetir o erro é divino
mas o lado negativo da história é você ter motivos para pedir desculpas
isso quer dizer que você pisou na bola
feriu
desrespeitou
ou magoou alguém
triste assim...
.
o peso na consciência
entra aí medindo a sua maturidade
seu equilíbrio
e sua sensatez
as vezes a escorregada no tomate é tão grande
que você teima em achar melhor não pensar
mudar o foco
ou fingir que nada aconteceu
mas sua dignidade grita forte lá dentro da sua cabeça
isso não está certo!
faça alguma coisa!
corrija isso já!
você não é mais uma criança!
deixa de ser covarde, sô!
.
uma vez uma pessoa que gosto e admiro muito
me disse que sumiu porque estava envergonhada
mas o que aconteceu?
nem lembro
mas a palavra e o sentimento ficaram na minha memória
com certeza uma situação constrangedora que ela queria que não tivesse acontecido
que a deixou acanhada
meio sem graça
com um sorriso amarelo na boca
mas que pra mim não teve todo esse peso
e eu
sem sombra de dúvida
preferiria que ela não tivesse se afastado
simples assim :)
.
acho essa palavra tão bonitinha
envergonhada
dá vontade de pegar a pessoa no colo que nem criança
me parece singelo
verdadeiro
consigo sentir a palavra
sei lá explicar! rs
.
então
quando um desses deslizes acontecer no seu caminho
a melhor opção é encarar a consciência
levantar a cabeça
seguir as batidas do coração
deixando que ele assuma o controle
com coragem
sinceridade
e delicadeza :)
.
well...
errar é humano
mas se você anda pela vida pedindo muitas desculpas
tipo vírgula
com desenvoltura e intimidade
e já perdeu a vergonha
melhor rever seus conceitos
ou procurar ajuda profissional
pois com certeza alguma coisa não vai bem por aí...
.
pedir desculpas
muitas vezes pode parecer difícil
pois mostra sua fragilidade ou suas fraquezas
mas pra mim
o melhor conselho de todos continua sendo
se colocar no lugar do outro
e pensar antes de agir
assim as chances de erro serão bem menores ;)
.
ai ai viu...
vivendo e aprendendo
pedindo desculpas e seguindo em frente
hoje e sempre
com a bênção do bom Deus
amém :)
.
beijos
claudinha

.