quarta-feira, 18 de julho de 2012

vontade de chorar



e lá estava a menina
com vontade de chorar
mas sem entender o motivo
como se quisesse apenas lavar a alma
limpar o canal lacrimal
renovar os sentimentos
ou simplesmente sentir
simples assim...
.
ouvir uma música triste poderia ser uma saída
mas só de imaginar a montagem da cena
já tira de cabeça
pois não é nem um pouco a sua cara
e antes que seus pensamentos
se transformassem em uma patética cena de filme para adolescentes
deixa solta a imaginação
e no zapear dos canais
acaba encontrando o que precisava
nos bastidores da surpreendente história de Susan Boyle :)
.
sentimentos e medos a flor da pele
tão reais e transparentes
que entram instantaneamente em sintonia com seu coração
o entardecer daquele dia
vai passando lentamente
com a belíssima voz daquela artista real
que conta sua vida cheia de angústias
de um jeito sincero e comovente
que consegue impressionar o mundo
e não apenas a menina que continua ali 
sentadinha no sofá
querendo apenas um motivo digno para se emocionar e chorar...
.
beijos
claudinha

5 comentários:

Ana Lucia Nicolau disse...

oi Claudia, poxa, que bonito! realmente há momentos, nos quais, precisamos, apenas, de algum motivo para manifestarmos nossos sentimentos....abçs

Shirley Ramos disse...

De fato, tem horas que a vontade de chorar é maior do que a vontade de sorrir. Hj mesmo, ao ver minha sobrinha aos prantos por ter sido assaltada em frente de casa, tive que engolir o choro pra não assustar ainda mais a menina. Esse mundo, manazinha, tá dando cada vez mais vontade de chorar na gente, né? :-( Bjo, Claudinha!

Claudia Oliveira disse...

Oi Ana Lúcia!
obrigada pela visita :)

já tenho na manga alguns programas bons para isso como o "chegadas e partidas", seriados e filmes. gosto disso :)

bjos
claudinha

Claudia Oliveira disse...

Oiiiiiiiiiiiiii!!!!!
Que lindo, você virou seguidora do blog rosa! adorei! :)

Shirley, que triste o que aconteceu com sua sobrinha... espero que ela esteja bem

bjos
claudinha

Beleza Descoberta disse...

Oi Claudinha.
Adorei o seu texto, pois esses dias atrás eu estava assim, com os sentimentos à flor da pele. Mas é bom nós colocarmos todos esses sentimentos para fora.
Um beijo, amiga!