terça-feira, 24 de abril de 2012

fotos e pensamentos...



flores brancas
tão lindinhas
e lá estavam elas
bem no meio do caminho
fazendo pose para minhas lentes
encantando e enfeitando aquela imensa estrada de terra vermelha ...

.



















quando nos sentimentos livres
os detalhes nos saltam aos olhos
o caminho ganha vida
e a natureza se transforma em poesia...
.

sujo
preso
perdido
sem ter para onde ir
e quanto mais esbravejava mais afundava na lama
não sei porque essa cena me lembrou alguém bem próximo ao meu espelho...
.


a esperança é a última que morre
num outono quente nas Minas Gerais
perdida no meio da mata verde
aguardando o inverno passar
e a primavera trazer de volta o encanto das flores  :)
.

toc toc
tem alguém aí?
me deixe entrar
quero fazer parte do seu ir e vir
de sua restauração
e da sua longa história sem fim...
.

coral de flores
em busca do sol
cantado a vida
num bailado cheio de harmonia e luz :)
.

tenha fé
continue a caminhada
o belo horizonte está chegando
um novo capítulo começa a ser escrito nesse chão de terra vermelha ...
.
























e o foco?
melhor ficar no olhar
que agora vive o presente
e se encanta com os detalhes das cores...
.





















e o país das maravilhas?
e o mundo de Alice?
ficaram para trás
agora é viver  a vida  real e ser feliz :)
.

beijos
claudinha



.....


3 comentários:

Pithan Pilchas disse...

Olá Cláudia,

interessante as fotos em forma de poesia, muito criativa.

Bju

Paulo

Van disse...

As imagens são o poema dos olhos, quando captadas por lentes sensíveis.

Beijos, Claudinha!

Antonio Carlos Muniz Macedo disse...

Não basta ver, o diferencial é o seu olhar, transformando o óbvio em poesia. Parabéns !