sexta-feira, 30 de março de 2012

o sábio



o blog rosa nunca recebeu tantos convidados
muito lindo isso
todos sentados à mesa
servindo-se de um delicioso chá
com textos preparados com muito carinho por meus convidados
e nesta semana onde os pensamentos e sentimentos
passaram pelas cartas escritas à mão
compartilho aqui com você
uma prova de amor deixada por meu pai
que com sua sabedoria
já sabia a filha que tinha
e deixou um norte
ou um caminho como o de joãozinho e maria
temendo a sua morte
e a minha solidão...
.
sr. Jadyr é meu maior exemplo
e enquanto aqui viveu
colocou em prática suas teorias
de amor ao próximo
à família
a mim
e principalmente a Deus :)
.
relendo sua carta
meu coração se encheu de saudades
e confesso que de culpa também
por não ter dado conta de seguir seus sábios conselhos
e acabei me sentindo uma menina má
pois apesar dele me mostrar o caminho do amor
eu só consegui me virar na estrada da dor...
.
e na contramão de seus ensinamentos
a vida me mostrou uma realidade diferente
e me criei assim num conflito sem fim
sinceramente não sei dizer o que ele acharia de tudo isso
mas dentro da minha história
estou tentando escrever a vida tendo como base
seu verdadeiro exemplo
seus ensinamentos
e suas cartas escritas à mão :)
.
pai querido e amado
obrigada por ter me acolhido e mimado :)
.
beijos
claudinha
.



14 comentários:

BEATRIZ disse...

Muito lindo e chorei junto com vc. Beijos. Estou indo pro Rio. Feliz Páscoa e de lá eu acesso vc.

Wander Rodrigues disse...

O que seu pai escreveu realmente é muito bonito e verdadeiro.
Achei interessante pensar que seu pai queria uma coisa pra você, você quis uma coisa pra você, e no final você saiu com uma mistura das 2 coisas: Um pessoa linda, que pensa nos outros mas não somente nos outros. Que olha para si mas não somente para si. Você está no caminho para uma realização pessoal que poucos conseguem. Parabéns.
Beijo,
Wander

luciana disse...

Olá amiga, boa tarde!!

Que delícia ter essas palavras de seu pai... poucos pais conseguem passar para seus filhos tudo isso. Não sinta-se culpada ou má... uma filha que guarda e reconhece esse carinho com certeza, é uma excelente filha!

beijos com carinho
Lu

Janaina O. R. Braga disse...

Nooossa, que carta linda, do seu pai! Simples, objetiva, mas fala tudo! Pela foto, parece q era bem sereno!
Você teve uma boa referencia de familia.
Grande beijo de quem aprendeu a admirá-la!

Anne disse...

Sábias palavras... escritas assim de uma maneira tão simples. Um racicínio cartesiano, cristalino. O difícil mesmo é viver essas palavras, mas é sempre bom lembrar-se delas, repetí-las e guardá-las no coração. Adorei a carta!!!

Claudia Oliveira disse...

SERENO!
nossa Janaína essa é a melhor palavra para descrever o meu pai!

sim ele era sereno, amaroso, justo e com certeza compartilhou esse amor com todos que com ele conviveram! :)

adorei ler o seu comentário! :)

bjos
claudinha

Claudia Oliveira disse...

Anne que bom te ver por aqui!

essas cartas são relíquias cheias de sabedoria que vamos carregar para sempre! :)

bjos
claudinha

Claudia Oliveira disse...

Sim Luciana, ser filha do meu pai foi um grande privilégio!

obrigada pelo carinho :)

bjos
claudinha

Claudia Oliveira disse...

wander wander
você também é um belo exemplo de como é ser pai!

orgulho total de você! nossos filhos também são privilegiados :)

pena vcs não terem tido a oportunidade de conviver com ele...

beijos
claudia

Claudia Oliveira disse...

Beatriiiiiiiz nosso grupo choronas de plantão não perde a sintonia! rs

boa viagem e Feliz Páscoa!!!!

bjos
claudinha

Cris disse...

Claudinha, bonito demais sentir falta de pessoa tão amada e didecada... mas a presença dele é constante, tenha certeza!
Bjs, Cris

Cris disse...

Ops... dedicada... hehehehe...

Cris disse...

Claudinha, bonito demais sentir falta de pessoa tão amada e didecada... mas a presença dele é constante, tenha certeza!
Bjs, Cris

Alessandra (Lele) disse...

Muito emocionante! De cara a foto me emocionou, porque lembrei dos outros posts que falava sobre seus pais, a carta então... Palavras certas, mas difícies de seguir. Que homem maravilhoso ele deve ter sido. Deve ter orgulho de ser filha dele não é? Parabéns